PreZero Portugal colaborou no projeto de reciclagem de máscaras descartáveis da To-Be-Green com os CTT

PreZero Portugal colaborou no projeto de reciclagem de máscaras descartáveis da To-Be-Green com os CTT

Notícias

Máscaras descartáveis usadas foram recicladas e transformadas em enfeites de Natal.

14 de dezembro de 2022

A To-Be-Green, uma spin-off da Universidade do Minho, lançou um projeto de reciclagem e valorização de máscaras com os CTT – Correios de Portugal, que contou com a colaboração da PreZero Portugal como parceiro tecnológico, evitando, assim, o envio das máscaras para aterro. O projeto foi implementado em 2021 nos vários centros nacionais de produção e logística dos CTT e na sede da empresa, em Lisboa, onde foram colocados contentores específicos para este tipo de resíduo, conseguindo, em menos de um ano, enviar para reciclagem cerca de 23 mil máscaras cirúrgicas descartáveis de proteção contra a Covid-19.

As máscaras usadas e depositadas pelos Colaboradores dos CTT foram recolhidas pela To-Be-Green e transportadas em sacos fechados, devidamente identificados com a proveniência e a data de recolha, para a Unidade de Plásticos de Mortágua da PreZero Portugal.

Uma vez encaminhadas para esta Unidade de processamento, as máscaras passaram por um rigoroso processo, ficando, no mínimo, 15 dias de quarentena para que uma eventual carga viral não colocasse em risco a saúde dos Colaboradores da PreZero. “Terminado o processo sanitário obrigatório, procedemos, então, à triagem e seleção das máscaras que são trituradas e passadas por um separador magnético, onde é retirado o arame metálico existente que ajusta a zona do nariz. Posteriormente, são submetidas a um processo de extrusão com uma filtragem muito exigente, de modo a retirar os componentes com características elastómeras, obtendo um produto de polipropileno com um nível de qualidade para as exigências dos produtos a injetar”, explica Rui Matos, Responsável pela Unidade de Plásticos de Mortágua da PreZero Portugal.

Os pellets obtidos neste processamento são encaminhados pela To-Be-Green para a empresa que procede à injeção em moldes, dando origem aos enfeites de Natal que são colocados à venda em diversos postos dos CTT. Para Rui Matos, “esta parceria enquadrou-se, na perfeição no lema da PreZero: “Uma nova forma de pensar para um futuro mais limpo”, sendo um claro exemplo de que estamos a dar mais um passo em direção à economia circular.”

António Dinis, Professor Universitário na Universidade do Minho e CEO da To-Be-Green, reforça que “o objetivo deste projeto, apadrinhado pelo Ministério do Ambiente e pela APA – Agência Portuguesa do Ambiente, consistiu em reduzir o impacto ambiental provocado pelo uso diário de máscaras descartáveis de proteção à Covid-19, dando-lhes uma segunda vida”. Acrescenta, ainda, que “este tipo de parcerias e soluções ambientais inovadoras contribuem, sem dúvida, para avançarmos para uma sociedade de resíduo zero.”
Os CTT – Correios de Portugal venceram, recentemente, o prémio RSC Coups de Coeur 2022, da PostEurop, na categoria Ambiental, com o projeto de reciclagem de máscaras contra a Covid-19.

Assista ao vídeo aqui:

Projeto Reciclagem